Linhas do Tempo e Psicologia

Uma perspectiva crítica da história da psicologia já criou raízes nos diversos países ibero-americanos há algumas décadas. Com isso, o objeto desta “história” não é mais o “passado”. O objeto se transforma em um conjunto de pessoas produzindo psicologias em um tempo histórico determinado.

No afã de produzir uma “história problema” nos vemos legitimamente preocupados em historicizar as fontes, problematizar o contexto sociocultural, entender as características econômicas e políticas, etc. Nesse movimento, podemos nos esquecer de alguns detalhes que são importantes e auxiliam em uma ordem prática.

Por exemplo: quais os nomes completos de nossos agentes históricos?  Em que momento eles se produziram? Por quais espaços sociais e geográficos eles circularam? Quais as datas em que escreveram e publicaram determinados documentos? Dentre outras perguntas, simples, mas importantes.

Assim, recursos interessantes são as linhas do tempo. Com elas podemos visualizar rapidamente: nomes, datas e locais. Alguns bons exemplos de linhas do tempo estão disponíveis na internet.

Conselho Regional de Psicologia - São Paulo (Brasil)

Um primeiro exemplo é a linha do tempo disponibilizada pelo Conselho Regional de Psicologia de São Paulo – CRPSP (Brasil) que está disponível aqui. Como a própria página do CRPSP indica, uma linha do tempo pode estabelecer bases para uma ampla pesquisa sobre o desenvolvimento da psicologia e, contribuir, para a construção de novos conhecimentos. O período historicizado se estende de 1830 a 1965, compreendendo interfaces da psicologia com a Medicina, o Direito e a Educação. A linha do tempo do CRPSP está direcionada especificamente para a psicologia no Brasil.

Outro exemplo é a linha do tempo da The British Psychological Society. O recurso disponibilizado aqui, conta com uma longa datação (1840 a 1999). É interessante observar que esta linha do tempo apresenta elementos de “história geral” além daqueles pertinentes especificamente à psicologia (e.g. Início da Primeira Guerra Mundial). Além disso, conta com marcos que não são da história da psicologia britânica (e.g. Condicionamento Clássico Pavloviano).BPS Logo

E em seu país, existem linhas do tempo de acesso público? Quais outros recursos podemos pensar e utilizar para nos auxiliar em nosso trabalho? Fica o convite à contribuição de vocês…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s