O Rio de Janeiro na Belle Époque – série de documentários

O período conhecido como Belle Époque, situado entre o final do século XIX e as primeiras décadas do século XX foi marcado no Brasil por um intenso anseio de modernização por parte das elites política e intelectual nacional – modernização esta, entendida como a entrada do país na rota trilhada pela civilização europeia. Em expressão cunhada por Silvio Romero, um dos intelectuais da época, um “bando de ideias novas” sobreveio, dentre as quais o pensamento higienista e evolucionista, o qual inspirou diversas intervenções nos espaços público e privado.

A Avenida Central, símbolo das transformações urbanas no Rio de Janeiro do início do século XX.
A Avenida Central, símbolo das transformações urbanas no Rio de Janeiro do início do século XX.

Este mesmo período é apontado pela historiografia dos saberes psi no Brasil e em diversos países latino-americanos como crucial para a inserção da chamada Psicologia científica, desenvolvida no século XIX na Europa. Tal inserção ocorreu vinculada a outros campos de conhecimento – especialmente a medicina e a educação – e criou as condições para a futura constituição do saber psicológico como um campo autônomo ao longo do século XX.

O Laboratório de História da Ciência do Centro Federal de Educação Tecnológica do Rio de Janeiro (CEFET-RJ) produziu uma série de webdocumentários disponíveis em Youtube intitulada O Rio de Janeiro da Belle Époque. A série é composta de três temas: Ciência, Lazer e Educação; cada qual possui três vídeos curtos de aproximadamente 10 min.

A série Ciência apresenta os vídeos Maternidades, Pobreza Urbana e IPAI (Instituto de Proteção e Assistência à Infância, instituição pioneira da assistência aos menores abandonados e desvalidos).  Os vídeos apresentam sobre a emergência de ações em que o Estado e os cientistas atuaram conjuntamente no estabelecimento de ações de assistência às mães, às crianças e aos pobres, retirando esta assistência do campo caritativo-religioso e introduzindo-na objetivos e exigências científicas.

Instituto de Proteção e Assistência à Infância (IPAI).

A série de vídeos se constitui num importante recurso didático para alunos de História de Psicologia no trabalho de questões referentes à apropriação do saber psicológico, ao fluxo centro-periferia e à emergência da Psicologia por demandas oriundas de outros campos de conhecimento.

Para mais informações sobre os vídeos, clique aqui e para acessar a série completa, clique aqui.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s