Corpo, mente e sociedade: Higiene mental no século XX

MHigiene mental: ideias que atravessaram o século XX é o título do livro recentemente organizado por Maria Lúcia Boarini.

Ao longo de 325 páginas distribuídas em 9 capítulos os vários autores revisitam o passado aproximando-o de questões ainda atuais nos estudos sobre a Higiene Mental. Na contra capa do livro a Dra. Ana Maria Jacó-Vilela salienta que A história da psicologia no Brasil (…) costuma negar, pelo desconhecimento ativo, que o movimento de higiene mental dos princípios do século XX tenha sido forte propulsor de sua autonomização como campo disciplinar. E, então, avalia que (…) é de extrema relevância o trabalho que já há tempos realiza Maria Lúcia Boarini, junto com sua equipe da Universidade Estadual de Maringá, apontando as relações umbilicais entre a Psicologia e higienismo.

Na mesma direção, em 2011 Maria Lúcia Boarini organizou, juntamente com seu grupo de pesquisa, o livro Raça, Higiene social e Nação forte: mitos de uma épocaM

No prefácio o Dr. Oswaldo Yamamoto observa que uma das grandes questões enfrentadas pela humanidade “(…) sobretudo na primeira metade do século XX, foi a possibilidade de, conforme a premissa da eugenia galtoniana e com os conhecimentos científicos então disponíveis, manipular ‘os fatores físicos e mentais socialmente controláveis’ que poderiam melhorar a espécie humana”. Conclui, então, que a leitura do livro, principalmente pelo seu esforço de compreensão histórica, pode e deve inspirar e alimentar o debate sobre questões relativas à eugenia, higienismo e raça.

Profa. Dra. Maria Lúcia Boarini
Profa. Dra. Maria Lúcia Boarini

Maria Lúcia Boarini é doutora em psicologia pela USP (Universidade de São Paulo). É professora do Programa de Pós graduação em Psicologia da UEM (Universidade estadual de Maringá) e participante ativa do GT de História da Psicologia da ANPEPP (Associação Nacional de Pesquisa e Pós graduação em psicologia). Foi fundadora do periódico Psicologia em Estudo e foi sua editora entre 1996 e 2005. É coordenadora do GEPHE (Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Higienismo e Eugenismo) que está em funcionamento há mais de uma década e é certificado como grupo de pesquisa pelo CNPq.

A organização dos livros contou com o apoio do CNPq e da Fundação Araucária (do Governo do Estado do Paraná) e foram publicados pela EDUEM (Editora da Universidade Estadual de Maringá). Para maiores informações sobre como adquiri-los, clique aqui.

Boa leitura!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s